domingo, 27 de janeiro de 2013

VARAL Nº07 - EDIÇÃO 580 ANO XII - "DESENCONTROS"

                                                    foto:desencontros_antonioramos
.
VARAL Nº07 - EDIÇÃO 580 ANO XII
Tema: "desencontros"
.
Lado a lado
A mão e a porta
A campanhia não toca
E o medo não passa
Ele está lá fora?
Silêncio, náusea, nota
Ele abra. Já estou morta.
Karline Batista
.
nada é mais cruel
do que o desencontro
da vida e da morte
a primeira nos lança no mundo
sem que se perceba
a segunda nos leva embora
sem dizer o endereço
Gerci Oliveira Godoy
.
Juntos sonhamos quimeras mil
Nossas escolhas direcionavam-se
Para um mesmo objetivo
Que nos fariam atingir a plenitude
Vendavais de paixões nos atingiram
Advindo  desencontros, separações
Que se perpetuam  indefinidamente.
Isabel C S Vargas
.
Quando eu chegava
Tu partias sem cerimonia
Quando tu chegavas
Eu partia em desespero
Procurava por tí;
Nestes encontros e desencontros
Espero-te em casa, meu amor.
Domingos Sávio Gonçalves
.
Eu te vi na multidão
E você sumiu entre ela
Fiquei triste a te procurar
Mas não consegui te encontrar
As lagrimas saíram de meus olhos
A tristeza bateu forte no coração
Por causa deste desencontro na multidão
Regina Mercia Sene Soares
.
Passos pares paralelos, numa linha infinita,
passamos jovens e belos, entrelaçados de fita.
Nossos caminhos distantes, sem curvas, sem despedida, f
alam de alegres amantes, de um amor sem medida.
Nossas vidas e rumos, sem se tocarem jamais, passam despercebidos.
Até nos tornarmos humos, viveremos iguais:
dois corpos em muitas vidas.
Maria da Glória Jesus de OLiveira
.
Nada acontece por "acaso"!
Portanto... não existem desencontros!...
Confie, viva o seu presente
Esqueça o passado e o futuro
Sem espectativas, o que existe é o aqui. o agora
Perceba o momentum...
A única realidade!!!
Vera Hellena
.
Tua vida era a minha
A minha era a tua
Passou...
Eras e eternas sombras das roseiras
Fazem-me querer-te a vida inteira...
Minha vida, hoje pintura...
A tua, paisagem...
Soaroir Maria de Campos
.
Se trilhas percorremos, lado a lado
Certo parecia, era, pois, definitivo.
Por escolhas diferentes, um de nós, ter optado
Finda a trilha, par em par, fiquei sozinho.
Estrada longa: caminhar é estar vivo!
Vivo, assim: a mais encontros abraçado
E mais só me encontrei no meu caminho.
Maria da Glória Perez Delgado Sanches
.
A poesia se dissolve no vazio
Dos desencontros de amores insensatos,
Que germinaram nos devaneios
E floriram nas ilusões brumosas.
Restaram consternações reprimidas,
Olhares vagando no distante
E sentimentos carregados de insensatez.
 Mardilê Friedrich Fabre
.
Venho de todos as distâncias,
atravessei tempos remotos
e só acumulei lembranças.
O caminho tem um buraco no meio
do qual não se pode desviar
ir ao encontro parece fácil,
mas e quando não se sabe de quê?
Basilina Pereira
.
De não te encontrar...   Estou certa
Porque dos desencontros de minha vida
Você com certeza foi o de mais partidas...
Desencontros de não te encontrar
Estou certa na minha vida
Porque de todos os meus desencontros
Você é o que carrega meu coração, a cada partida...
  Patricia Andrea
.
Através de encontros e desencontros
Vou levando a vida em alegres despedidas
Uma despedida agora para o retorno depois
E haja mais encontros e desencontros
De um amor que se foi... não voltou!
Nada disso importa, meu coração se dispôs
Viver alegres encontros e tristes desencontros
Wilson de Jesus Costa
.
É nos sonhos que sou feliz se te encontro,
pois, na vida, eu só conheço os desencontros...
Porém, gosto de contradizer meu cruel destino,
quando te faço aqui, de corpo e alma!
É bom demais tê-lo assim, tão meu, tão masculino!
É bom demais esse encanto divino,
pra minha saudade deitar-te e se fazer minha calma!
Maria Barros
.
sonambulo envolto em um lençol
pálido como o ar triste
sob saturno enjoo matutino
olhos cálidos e úmidos de desencontros
pasmo à dor que ficou presa na memória
perdido no tempo como uma flor deixada ao mar
entre encontros e desencontros adormeço em meu próprio esqueleto  
J.Hilton
.
Os desencontros que se sucederam entre o viver e nós,
Durante os percursos históricos do nosso viver, - são as
Fagulhas deixadas pelos abrasivos restos desconsolados
Dos amores revolvidos - numa rede social plena de muitos
Romances e amizades. E por motivos opostos, aos nossos
Desejos, acabaram por fragmentarem-se mediante às ondas
Das instabilidades evolutivas e inconstantes do tempo volátil!
Odenir Ferro
.
Vida
Desencontros
De encontros...
Amorosos
(Pois) em torno
Do Amor
Tudo gira...
Marinez Stringheta/Mara poeta
.
Na sala o envelope branco,
Não abriu para não chorar,
Da ausência nascida há anos,
Nada, nem vontade de pensar.
Quem sabe o encontro temido,
Afogado no íntimo do encontro,
Refazendo outro desencontro.
Sonia Nogueira
.
Desencontros tantos
no decorrer da vida
me ensinaram o valor
de cada um...
Angela Lara
.
Desde o início
Tento encontrar-te;
Agora que te achei,
Perdi-me.
luizcarloslemefranco
.
Sou bem burlesco!
Desenho meus encontros
Já prevendo contratempos
Que quase sempre acontecem
O encontrar-se nunca chega a ser concreto
Por isso mesmo sou ridiculamente solitário
E, como tal, levo a vida abstrato e não sofro tanto...
Dirceu Rabelo

Um comentário:

  1. Lindo! Parabens a todos. Já pensaram em se profissionalizar? (lol) Salut!

    ResponderExcluir